Procure seus direitos, Funcionário de Logística!

Última Atualização:
May 10, 2021

    No setor de logística e transporte de carga é comum que os trabalhadores, como os motoristas que fazem o transporte rodoviário de carga, sejam contratados como terceirizados ou trabalhadores autônomos. Mas é bom lembrar que, ainda nesses casos, se os requisitos para que seja caracterizado o vínculo empregatício forem cumpridos, o que vale é a realidade, pouco importando o que está na documentação. 


    Para os motoristas que são empregados como TAC (transportador autônomo de cargas - agregado), ou seja, os que são proprietários do caminhão e controlam a própria rotina, mas que são fidelizados apenas a uma empresa de transporte e trabalham como se fossem funcionários dela. 


    Caso você trabalhe como TAC agregado, e seja contratado como pessoa jurídica, saiba que a empresa é obrigada a realizar o pagamento do INSS! Se for contratado como pessoa física, a empresa é obrigada a recolher o imposto e fazer o pagamento ao INSS.


    Ainda, a Convenção Coletiva de Trabalho 2020/2022 referente à categoria dos profissionais vinculados ao transporte de carga e logística em geral, de abrangência na cidade de Curitiba e região metropolitana, trazem algumas disposições:


Piso salarial


  • Motorista Carreteiro R$ 2.287,93 
  • Motorista de Truck R$ 1.814,56 
  • Demais Motoristas R$ 1.690,59 
  • Motorista de Malote R$ 1.924,19 
  • Operador de Empilhadeira R$ 1.531,77 
  • Conferente de carga e operador de logística R$ 1.531,77 
  • Vigia ou Guardião R$ 1.443,66 
  • Auxiliar de Escritório R$ 1.402,67 
  • Ajudante de Motorista (Auxiliares de transporte, coletador, entregador, carregador e movimentadores de mercadorias) R$ 1.402,67 



Adiantamento salarial

    As empresas devem adiantar o percentual de 40% do salário do empregado até o dia 20 de cada mês;


Feriados

    As horas trabalhadas em feriados devem ser pagas em dobro, desde que não tenha sido concedida folga compensatória no mesmo mês.


Gratificação de férias

    Está assegurado o pagamento de gratificação de férias no valor de um terço do salário normal, que deverá ser pago na concessão das férias ou na rescisão do contrato.


Horas extras

    As horas extras são remuneradas com acréscimo de 50% em dias úteis e com 100% em domingos e feriados não compensados.

    Caso queira saber mais sobre os direitos dessa categoria, entre em contato com um advogado!


QUERO UMA CONSULTA